BOAS ONDAS DE OUTONO

O verão foi embora, mas as ondas continuam ótimas. O outono é uma época boa para aprender a surfar, a temperatura da agua é sempre agradável em Ubatuba. Aproveite a oportunidade para surfar ou aprender a nova sensação do momento: O STAND UP Paddle. O Litoral norte é privilegiado com muitas praias, rio e lagoas, além é claro; das dondas.
Aproveite e venha desfrutar das melhores ondas da estação. Aulas em grupos ou individuais com pacotes familiares.
A praia do Sapê em Maranduba Ubatuba é uma das melhores opções de ondas para iniciantes e para remadas de SUP. Localização é das melhores, fica entre Caraguá e Ubatuba, ha 23 km do centro Caraguá e 25 Km de Ubatuba. Aproveite, reuna a família e venha fazer aulas com o experiente Professor Luciano Sant'anna, credenciado internacionalmente com mais de 30 anos de prática no esporte dos reis havaianos.
O ambiente é totalmente familiar com aulas para todas as idades, desde seu bebê que já tem intimidade com o meio líquido, até o vovô e a vovó poderão experimentar.
Passeios de Standu Up (SUP TOUR) na Ilha do Pontal, que fica 400 metros da praia. As aulas são ministradas com muita atenção, amor e segurança, numa zona de conforto com água na altura da sintura. Pranchas especiais ( soft board's - borracha) para garantir a segurança total do aluno. Ensinamos e aperfeiçoamos todos os níveis, desde o iniciantes, intermediário e avançados.
veja a câmera ao vivo












sexta-feira, 10 de abril de 2015

AUSTRALIA SHOW! PROFESSOR LUCIANO SANT'ANNA NA GOLD COAST

Estive durante o mês de março de 2015 na Australia, na região da Gold Coast, além de acompanhar a etapa do Quiksilver Pro válido pela primeira etapa do circuito mundial válido pelo WSL (liga Mundial de surf), vencida pelo nosso Filipinho Toledo aqui de Ubatuba, fiz alguns estágios em escolas de surf da região, visitei lojas de surf e a sede da Sunfing Australia (entidade responsável pela formação de professores, instrutores e técnicos de surf na Australia e no mundo) conheci e surfei diversos Picos de ondas, como: Snapper Rocks, Grenn Moutian, Kirra, D'bah, Burleigh Heads, Tugun, Curumbiam, Palm Beach, Surfers Paradise, Steep, Strad e Bayron Bay. Ministrei auls de surf para brasileiros que residem na Gold Coast, conhecemos diVersos top's do circuito mundial entre eles kelly Slater, Joe Parkinson, Julian Wilson entre outros, revimos nossos conhecidos Adriano de Souza "o Mineirinho", Wiggolly "Gui Gui" Dantas, Filipe Toledo e Gabriel Medina que fizemos uma amizade legal com sua família, gravamos uma reportagem com o reporter que ,mora no Havaí Bruno Lemos para o canal de tv a cabo Woohoo, confiram abaixo.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

AULA DE SURF COM A GO PRO

A pessoa que me inspirou em dar aulas de surf: meu filho Luciano Brulher, para nós o Ninho, Surfista top profissional do circuito Paulista e brasileiro, está editando uma serie de videos mostrando um pouco da sua tragetória atual, vale a pena conferir como ele aprendeu direitinho o B A BA do surf nesses epsódio,. editado por outro Talento do Surf da região Marcus Cardoso que também frequentou nossas aulas.

"Building my history" cap #1 from Buildingmyhistory on Vimeo.

2014 Dayz cap #2 from Buildingmyhistory on Vimeo.

terça-feira, 2 de abril de 2013

Profº LUCIANO SANT'ANNA NO HAVAÍ E CALIFORNIA

O Professor Luciano Sant’anna, esteve de férias no mês de março, aproveitou para visitar pela primeira vez o North Shore Havaiano, mais precisamente a ilha de Oahu e a Califórnia, junto com sua esposa Miriam eles visitaram escolas de surf, monumentos e as praias mais procuradas do mundo do surf, além é claro de surfarem ondas de até 12 pés (cerca de quatro metros). Veja o resumo do que foi a viagem,que só trouxe mais experiência para o professor que ha mais de 20 anos ministra aulas de surf na região do litoral norte, nas palavras do preóprio Luciano Sant’anna. O paraiso existe e se chama Hawaii, mais precisamente a ilha de Oahu no North shore ( leia-se litoral norte) de aguas cristalinas,muitas tartarugas , peixes de todos os tipos numa ilha que tem ondas para todos os níveis de surf. O surf faz parte da cultura do povo,não existe idade minima e nem maxima, desde de bebes com 1 ano aprendendo a boiar e depois na prancha, a velhos de mais de 80 anos de idade. Fomos até Makaha e conhecemos o uncle Buffalo um dos locais havaiano, mais antigo, uma lenda viva. Um outro Sr havaiano com mais de 70 anos com um tipo de boogie board que ele fez em casa e a amiga japonesa também com mais de 70, o Sr vinha la do fundo pegando as maiores da serie, muito habilidade e ousadia pra pegar as maiores com cerca de dois metros de altura,nunca vi tanto japones numa ilha assim como brasileiros tambem. A ilha tem o lado town (cidade) em Waikiki, para quem gosta de shoppings luxuosos e modernos, tem tudo de bom e o lado country o North Shore, ficamos num lugar chamado Waialua beach, na casa que alugamos do nosso brother local de ubatuba Diego santos que já mora há um bom tempo na Ilha e pudemos desfrutar da compania do ex-profissional do surf Mauricio Orelhinha que já mora na américa há mais de 20 anos. Em Haleiwa, parecia que estavamos num lugar perto de casa chamado Porto Novo, igualzinho Haleiwa, mas com altas ondas e Waialua tipo Pegorelli. O ultimo bus as 18:40hs, demorava uns uns 15 min, a pé 1hora,de bike 20 min e de carro 10 min. Fizemos todos os roteiros, seja de carro alugado, de carona, de bike ou a pé, lembrei de uma frase de um amigo das antigas do surf “Paulo issa “seja a pé, de carro ou de bicicleta, o importenteé estar sempre com a prancha embaixo do braço” enfim ,ali nem parecia que do outro lado era o oposto. Tivemos a oportunidade de surfar nos “Picos mais famosos da ilha de Oahu, Waimeia Bay, Pipeline, Haleiwa entre outros, com ondas que chegavam a 4 metros de altura. Encotramos diversos surfistas e amigos do Brasil, como os legends e professores de surf também Rico de Souza e Picuruta Salazar, surfando em Sunset, outro que é amigo dos brasileiros o fotografo das antigas o "Gordinho", que estava fotografando em Haleiwa. O verdadeiro verão sem fim vivemos num Pico chamado Joko’s, uma esquerda que quebra sobre uma bancada de coral, aonde tive o “privilégio” de perde uma das quilhas da prancha ao passar em cima de uma afiada bancada de corais, o que me deu o prejuizo de 50 dolares pra arrumar, depois seguimos para California, mais precisamente em Los Angeles, conhecemos os Pier de Santa Mônica, Venice Beach, Malibu onde surfamos uma das direitas mais perfeita do mundo, e o Pier mais famoso do mundo em Hungtinton Beach aonde acontece um dos mais antigos campeonatos de surf do mundo, com sua estrutura de tirar o chapéu. Resumindo foi uma verdadeira aula de cultura do surf e um intercâmbio inexquessível.

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

MEU FILHO LUCIANO BRULHER TREINANDO NO MEXICO

Presente Mexicano from lucianobrulher on Vimeo.
Esse ano tive a oportunidade de conhecer as ondas do sul do México com meus amigos Guilherme e Murilo Silva, foi um período de 10 dias de muita descontração em poder surfar sem pensar nas competições e o melhor era comemorar meu aniversário em ondas perfeitas. A previsão das ondas não era das melhores para região, mas aquele lugar tinha algo a nos mostrar ,mesmo sem força no swell e com a direção do vento ruim para os principais picos ,surfamos basicamente 2 ondas,uma era um point break para direita do lado de uns molhes de pedra e um beach break mais ao sul. Todos os dias recebemos de presente boas ondas entre 3 a 4 pés e vento terral,voltamos com a certeza que fomos recompensados com o melhor que o México reservou para esses 10 dias e valorizamos ate ultimo raio de sol.
por: Luciano Brulher